Turma infanto-juvenil

A dinâmica dos treinos infanto-juvenis é ligeiramente diferente dos treinos regulares para adultos. Eles incluem frequentemente jogos (em geral cooperativos) e excluem técnicas e movimentos que podem ser mais traumáticos e necessitam de um desenvolvimento motor fino bastante apurado ou possam ser prejudiciais às articulações ainda em desenvolvimento. Para mais informações, você pode ler nossos artigos sobre os aspectos físicos do treino.

Por meio da atividade simultânea de seus sentidos, músculos e mente, a criança adquire um corpo-de-conhecimentos da natureza e do comportamento característico das forças físicas, dos objetos e das criaturas que compõem seu ambiente, e um conhecimento de como responder a eles de forma eficiente. Ao mesmo tempo, está aprendendo sobre o estado de suas capacidades físicas, mentais e emocionais e, portanto, sobre o que é capaz (no momento presente) de realizar. Desenvolve o discernimento ou aquilo que, em alguns campos de atividade, é chamado de sabedoria. A capacidade de discernir não pode ser ensinada. As crianças adquirem-na através de suas atividades espontâneas e voluntárias.

Alison Stallibrass, Pedagoga

Durante a prática, são trabalhados (de forma inconsciente) vários elementos da filosofia do Aikido como disciplina, concentração, amizade e perseverança. Veja os artigos publicados a respeito dos nossos princípios.

Um outro elemento essencial que também é mantido: a “espiral de aprendizagem”. Praticantes em qualquer nível e de níveis diferentes são capazes de interagir e evoluir uns com os outros. E isso se dá em mais aspectos do que os que podem ser percebidos por mestres e aprendizes:

A vida humana não passou a ser complexa nesta atual fase do sistema capitalista de produção. Ela sempre o foi, desde sua origem e talvez nossa tarefa seja menos a de tentar compreendê-la e adaptá-la a nossas mentes finitas e sim de, humildemente, tentarmos integrar nossas mentes, em atitude de assombro, como parte das inúmeras conexões da Vida.

Claudio Oliver, Mestre em Educação

Contudo, a figura do educador é central, principalmente quando se tem em conta que a importância de seu papel é menos o de ensinar e mais o de servir de referência:

A educação moral, muito menos teórica do que prática, deve resultar principalmente no exemplo e apoiar-se sobre a grande lei natural de solidariedade.

José D. Moraes, Mestre em Educação

Contudo, o desejo de praticar aikido deve surgir espontaneamente. A verdadeira auto-estima decorre das atividades que realizamos por satisfação própria. Manter uma atividade apenas para receber reconhecimento é desgastante e os elogios valem cada vez menos. Em particular, no nosso dojo, prezamos acima de tudo o espírito de iniciante:

Não devemos parar de explorar
E no final de toda a nossa exploração
Haveremos de chegar no ponto em que começamos
E descobrir esse mesmo lugar pela primeira vez

T.S. Elliot, Little Gidding
(tradução livre)

Para ver a lista completa de livros, textos, vídeos e demais referências, por favor visite nossa midiateca.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s